quarta-feira, 17 de agosto de 2016

O caminhar...


 
Que o caminhar seja lado a lado,
Equilibrado nas travessuras da vida,
Brincando, driblando...
E sorrindo com o espetáculo.
Que seja assim...
 
Refletido no espelho dos olhos,
Nas folhas caídas no chão,
No caminhar forte como rocha,
Mas que seja lado a lado.
 
 
Simples assim...
                                                            
   Nilce Léa Lobato

sábado, 7 de setembro de 2013

Pura sensação...



Sensação de querer e não poder,
Sentir e não sentir,
Pensar e desviar,
Olhar e não olhar, 
Sensação de não saber...
Se pode,
Se deve,
Se será,
E assim,  fico à pensar... 
O coração fica à esperar,
O momento de declarar,
Se mantém aberto para entrar, 
Ou se fechará para não magoar...
 
Nilce Léa Lobato

 


 
 

sexta-feira, 17 de maio de 2013

E assim foi...

Como a lua no anoitecer,
Com o seu brilho ao olhar,
Com um calor  que aquece...


E assim foi...
Alimentando minha alma,
Alimentando meus desejos,
Alimentando meu querer...


E assim foi...
Compreendendo os meus dias,
Compreendendo meus anseios,
Compreendendo meu viver...


E assim é...
Com seu jeito carinhoso,
Com seu jeito atencioso,
Com seu calor ardente,
Com seu amor frequente,

Com sua compreensão permanente...

Que assim seja,
AMÉM...


Nilce Léa Lobato

domingo, 27 de maio de 2012

As estrelas...


As estrelas  despertam um  brilho,
algo que reflete no olhar de quem observa.
A cada brilho natural, surge uma emoção,
desencadeada por cada detalhe espalhado,
na noite... 
A cada estrela, uma surpresa, um sentimento,
uma emoção, uma declaração.
A estrela transmite algo, além do  brilho natural,
para perceber é necessário observar e admirar...

Somente assim, a felicidade refletirá no seu olhar...

Nilce Léa Lobato


sábado, 3 de março de 2012

Aguçando a percepção...

Sonhos explícitos, entrelaçar,
dois seres em um,
momento único,
a alegria resplandece...

O tempo corre pelas veias, nos ultrapassa,
nos faz refém,
o tempo faz com que, nunca dê tempo
deixa a sede de mais...

Nas asas dos nossos sonhos,
perpetuamos além do já vivido,
tentando superar nossos limites,
limites intermináveis...

Viver cada dia,
como se não existisse o amanhã,
porque o amanhã pode não existir.
e assim, o tempo guiará a vida...

                       Nilce Léa Lobato







terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Como magia...



 
As luzes apagam,
as janelas fecham,
as vozes silenciam,
as estrelas brilham...

A lua ali  à observar,
o encontro das almas,
à começar,
à bailar...

Nada à incomodar,
basta o olhar,
tudo à completar,
a sede de amar...

Flores espalhadas
no ar à bailar,
bolhas à voar,
 mostrando como amar...

Surge o sol à brilhar,
após a lua se retirar,
esta é a magia,
que se deve sonhar...

Sem tempo à esperar...

                                                     Nilce Léa Lobato



sábado, 3 de dezembro de 2011

O tempo...

O tempo é a razão,
pode ser um dia,
uma semana,
um mês,
um ano...
E sem explicação 
ele surge e trás
a felicidade...
Junto com o vento,
a balançar,
no ar... 

                                             Nilce léa Lobato





domingo, 27 de novembro de 2011

Asas da imaginação...

  No jeito, sem jeito,
no diz, que não diz,
no querer, que paira no ar...

Suspirando, pensando, inalando,
uma sensação, observação, sem noção,
da grandiosidade da emoção,
à espera...

O reencontro dos olhares, que ainda,
inatingíveis, impensáveis, incalculáveis,
um frescor que habita,
nas asas da imaginação...

                                          Nilce Léa Lobato


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Lembranças...


Do  perfume envolvente,
do olhar penetrante,
das estrelas cadente,
quente...

Do calor que guiava,
da Lua que clareava,
da luz que brilhava,
do doce que alegrava...


Do sol nascendo,
do sol se pondo,
da noite surgindo,
da noite indo...


no silêncio...


                                                 Nilce Léa Lobato

sábado, 15 de outubro de 2011

Tão perto...



 Nem tudo que está longe dos olhos, 
 está distante do  coração...
tão longe,
mas tão perto...

                                   Nilce Léa Lobato

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Som aveludado...


Conhecendo a essência do som aveludado,
assim adormeço,
 leve, leve...

                                                   Nilce Léa Lobato

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Tão simples...


Simples,
 como as ondas do mar,
o sol no céu a brilhar,
as palavras assim,
  à embaralhar...

É na simplicidade do olhar,
um  ombro à deitar,
e de olhos fechados,
ouvir o pulsar...

Tão simples
assim...

                                           Nilce Léa Lobato

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Entre as flores...


Quando me perco entre as flores,
 relembro os momentos que vivi... 

                                                                 
                                                                  Nilce Léa Lobato

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O encanto das palavras...

O encanto das palavras  não brotou
 em todos corações,
sinta-se o  fervor!
das palavras,
da gentileza,
da pureza,
do carinho,
do afeto,
do sentir, 
da emoção...
dessa água cristalina que percorre,
e permanece viva...
                                                                                                Nilce Léa Lobato


sábado, 27 de agosto de 2011

Minha mãe,minha flor...

Está faltando uma flor
No jardim do meu coração há um vazio em mim
Sei que foi Deus quem te colheu
E te levou pra enfeitar um jardim que existe no céu

Eu não consigo encontrar uma flor
Que me faça esquecer essa dor
Dentro de mim ainda posso sentir
O perfume que exalava de ti

Mãe eu preciso dizer amo você não vou te esquecer
Quando no céu te encontrar
Com lágrimas de amor
Eu vou te regar minha mãe minha flor

Sinto falta de cuidar de ti
Dos carinhos que deixei de fazer quanto tempo eu perdi


sábado, 20 de agosto de 2011

Olhar o Belo...

A vida tatuada na simplicidade.
Que seja assim...

Tão especial, como a tinta exposta,
que marca os dias estrelados.
Tatuar a pele...
É como olhar e traduzir a alma,
uma linguagem,
uma mensagem,
uma poesia para os olhos.
Belo...
                                                                             Nilce Léa Lobato


 



sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Colhendo flores...

As fores são perfumadas,
delicadas,  cheia de cores e amores,
 são irregulares  a cada colheita...

As pessoas são flores

 que falam ao nosso ouvido, 
seus humores, pensamentos e
 sentimentos são modificados 
a cada momento...


Refletindo sobre os mistérios da vida...



                                 Nilce Léa Lobato

terça-feira, 19 de julho de 2011

Revivendo...

Repenso,
Repasso,
Refaço,
Redireciono,
Recomeço,
Reescrevo,
Recordo,
Relembro,
Renomeio
e...
assim vou
Revivendo...

                                                         Nilce Léa Lobato

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Bem me quer, mal me quer...

Me divirto,
me embaralho,
observo,
admiro,
enquanto espero, fico a contar...
Bem me quer,
 Mal me quer...

                                                                           Nilce  Léa Lobato


terça-feira, 12 de julho de 2011

Calar-se...

Os gestos das pessoas me assusta, 
faz-me recuar e tentar aceitar....
É o que resta...
Aceitar.
Certos momentos da vida a melhor forma é
calar-se.

                                          Nilce Léa Lobato