quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Na caminhada...

Vejo céu sem limite,
a loucura do silêncio,
o pulsar dos pensamentos...
Entrego minha alma ao destino,
a cada passo,
 a cada momento,
e
 sigo leve
como o  vento...

Nilce Léa Lobato

3 comentários:

  1. Nice...

    É por isso que preciso de asas, pra explorar esse céu sem limites,
    Voar livre... seguir embalado pelo pulsar dos pensamentos,
    Libertar sentimentos, explorar os momentos,
    Saborear instantes, viver e ser inconstante!

    Bjô Gê!

    ResponderExcluir
  2. tem dias que a gente tem o ímpeto de virar pluma..bola de sabão.

    beijos cintilantes Léa

    ResponderExcluir